A importância das parcerias estratégicas para despachantes

Todo bom despachante sabe que os métodos de venda tradicionais não são o suficiente para o sucesso da empresa. Por isso eles investem em parcerias estratégicas. Saiba como.

Parcerias estratégicas (ou alianças estratégicas) são uma forma de fazer negócios muito discutida no meio empresarial.

Elas não são exatamente uma novidade, pois já são uma realidade há várias décadas. Porém, desde a virada do século essa tendência tem crescido muito.

As empresas envolvidas se debruçam cada vez mais sobre o tema, profissionalizando os métodos e obtendo resultados cada vez melhores.

Parceria estratégica é a associação com empresas não concorrentes com o objetivo de aprimorar a venda de produtos ou dos serviços prestados.

Apesar disso, muitas empresas ignoram os benefícios, seja por não utilizarem essa estratégia, seja por utilizarem de forma automática e muitas vezes errada.

Por isso, vamos tentar entender um pouco mais da importância das parcerias estratégicas e saber de que forma elas podem ajudar o seu escritório despachante.

Vantagens das parcerias estratégicas

São três os desafios de pequenas empresas, incluindo despachantes, no dia a dia da administração de seus negócios:

  • captar clientes;
  • aumentar as vendas;
  • expandir os negócios.

E sabe no que as parcerias estratégicas podem ajudar? Nestes três aspectos:

  • captar clientes;
  • aumentar as vendas;
  • expandir os negócios.

Sim! Basicamente as parcerias estratégicas resolvem os três principais problemas e podem ajudar as pequenas empresas a cumprirem seus maiores objetivos.

Essa coincidência não é à toa. Os modelos de parcerias estratégicas foram pensados justamente para que estes objetivos sejam atingidos mais rapidamente do que uma empresa isolada é capaz de conseguir.

Uma boa parceria estratégica oferece apoio mútuo entre duas ou mais empresas, de maneira que beneficie a todas.

Uma parceria estratégica pode abrir as portas para clientes que a empresa não teria acesso. Se, por exemplo, os clientes de uma empresa perguntam frequentemente por serviços que você não oferece, você pode firmar uma parceria com outras empresas que oferecem esses serviços.

Isso pode aumentar seu faturamento e expandir seus negócios sem a necessidade de expandir seus serviços.

Os maiores parceiros do despachante

Talvez você nunca tenha os enxergado desta forma, mas você já tem vários parceiros estratégicos em seu negócio.

O primeiro deles é o próprio DETRAN. O departamento ganha, oferecendo a possibilidade dos proprietários de veículos serem atendidos em seu próprio município, enquanto os despachantes ganham a oportunidade de atender a uma enorme demanda por estes serviços.

O despachante também é parceiro das Empresas Credenciadas de Vistoria (ECV) e Emplacadores. Essas empresas também facilitam a vida dos condutores realizando vistorias que seriam feitas pelo próprio DETRAN.

Despachantes, vistoriadores e emplacadores, portanto, têm um papel semelhante e complementar, e é natural que firmem parcerias. Porém, sempre observando que o cliente deve ter liberdade de escolha.

Outra parceria pode ser firmada com concessionárias. Ainda que em algumas atividades realizadas elas possam ser vistas como concorrentes dos despachantes, em outras a parceria é muito bem-vinda.

O dia-a-dia dessas empresas é sempre sobrecarregado de tarefas. A venda de veículos novos e usados exige um suporte adequado para a regularização de toda a documentação. Isso inclui o emplacamento e a transferência, entre outros.

Como firmar boas parcerias estratégicas

Abaixo elaboramos um guia para você criar ou rever as suas parcerias estratégicas.

Lembre-se que uma parceria realmente estratégica jamais deve se restringir a uma mera indicação, muito menos a relações baseadas unicamente em comissões e bônus.

Para ter reais vantagens e ganhos, você precisa observar o progresso da parceria. Para isso, não esqueça também de constantemente revisar os resultados e fazer ajustes.

Sugerimos que este ciclo seja trimestral.

  • Defina os objetivos;
  • Determine os resultados ideais que você vislumbra;
  • Elabore os termos básicos a serem negociados e acordados;
  • Faça uma reunião de planejamento com a empresa parceria;
  • Monte equipes multifuncionais responsáveis pela parceria;
  • Treine essas equipes e promova o compartilhamento de ideias;
  • Ajuste aos poucos a receita e os benefícios que caberão a cada empresa;
  • Esteja disposto a abrir mão de algumas vantagens;
  • Depois de algum tempo, crie um plano específico de marketing;
  • Defina quais métricas serão consideradas para avaliar as parcerias por meio de relatórios.

Gerenciamento estratégico das parcerias

Por fim, algo importantíssimo, mas nem sempre observado: qualquer acordo de parceria deve ser feito por escrito.

Se não for desta forma, ninguém será considerado responsável. Não havendo de quem cobrar resultado, o projeto tende a ir por água abaixo.

Porém, esse acordo formal não precisa necessariamente estar na forma de um complexo documento legal. Ele deve simplesmente definir o básico da parceria estratégica firmada.

Metas, comissões e outros acordos financeiros devem constar no documento. Ele também deve contemplar as funções e responsabilidades, além dos requisitos essenciais acordados pelas empresas envolvidas.

E lembre-se que uma parceria assinada exige lealdade. Isso significa tanto a observância dos compromissos assumidos quanto a honestidade em assumir que as vantagens da parceria não se justificam mais.

Ou seja, ser leal também é saber que uma parceria estratégica chegou ao fim. Ou renegociá-la.

Faça o gerenciamento estratégico de sua empresa. Tome decisões com base em informações precisas e atualizadas. Que tal poder acessar em tempo real todas as informações financeiras da sua empresa, ordem de serviço, gestão das contas a pagar e receber integrada aos processos, gestão da inadimplência, controle dos cheques recebidos e baixados, demonstrativo de resultados, relatórios gerenciais e muito mais? Saiba como!