Saber recuperar clientes pode salvar o seu despachante

Entender o afastamento e investir no resgate da relação são algumas das ações que podem trazer um cliente perdido de volta.

Começo do ano é um período oportuno para que as empresas revejam suas estratégias e identifiquem onde é possível aumentar os lucros. No entanto, existe uma ação que pode se revelar uma mina de ouro, mas, muitas vezes, está fora do campo de visão dos gestores: ela está em recuperar clientes inativos.

Afinal, não é só de novos clientes que sobrevive uma empresa. O sucesso depende principalmente daqueles que voltam. E você vai entender o porquê.

Como recuperar clientes inativos e melhorar o faturamento do seu despachante

Se não há clientes as vendas não acontecem, por consequência você deixa de ganhar e o seu faturamento vai ladeira abaixo.

Para um bom empresário, essa máxima já seria, por si só, um forte argumento para investir na retenção dos clientes. Mas, ainda tem mais.

Clientes fiéis geram menos custos para as empresas. E ainda, compram de forma recorrente e ajudam a trazer novos clientes para um estabelecimento.

Por tudo isso, faz todo o sentido investigar na sua empresa quantos clientes você tem perdido atualmente, e principalmente, os motivos pelos quais eles estão te deixando.

Se você está precisando de ajuda para começar, fique tranquilo. Separamos algumas dicas para ajudar o seu despachante a recuperar clientes inativos.

Analise o cadastro de clientes inativos

Para início de conversa o seu despachante precisa ter claro quem é esse cliente e o tempo que ele está afastado da sua empresa para traçar um plano de recuperação.

Faça essa avaliação segmentando seu cadastro de clientes com base nos serviços contratados e no volume de investimento. Depois de identificá-los e traçar o seu perfil acompanhe-os sempre!

Assim, quando perceber que venceu o prazo do vencimento do documento, por exemplo, sem tempo a perder, você pode iniciar ações para trazer esse cliente de volta.

Descubra as razões que fizerem o cliente ir embora

Além de analisar os dados e perfil de compra, procure entender também os motivos que geraram esse afastamento.

Para isso, não tem outro jeito. Você precisa dar ouvidos às reclamações dos clientes e monitorar o que eles dizem a respeito do seu despachante nas redes sociais.

Os comentários e as pistas que eles deixam têm muito a nos ensinar, revelando falhas que muitas vezes podem passar despercebidas.

Lembre-se que, ao identificar os problemas, o trabalho para corrigi-los tende a ser mais fácil e os resultados maiores.

Trace um plano para trazê-los para perto

Com as etapas anteriores concluídas é importante traçar metas para recuperar clientes. Elas são importantes para que você possa dar um norte para sua equipe e consiga também acompanhar melhor os seus resultados.

Junto das metas estabeleça também os canais que você vai usar para reativar os seus contatos. Para isso, você pode usar o e-mail, o whatsApp, fazer visitas, ou ainda as mídias sociais. O importante é não ser invasivo. Mas sim, reforçar a sua presença com um conteúdo útil e relevante para o seu público.

Trabalhe o seu pós-venda continuamente

Feitos os contatos, use os feedbacks que você receber para melhorar continuamente. Fazendo isso, o cliente que deixou de comprar de você pode ter uma nova chance para enxergar que sua empresa está melhor do que ele percebeu na primeira impressão.

Procure nesses contatos não fazer mais do mesmo. Mostre-se genuinamente interessado a construir um relacionamento de longo prazo. Para isso, vá além do discurso comercial. Inove e surpreenda seu cliente com propostas que façam sentido e resolvam os problemas que eles apresentam.

Agora que você já sabe da diferença que recuperar clientes pode fazer no seu orçamento, o próximo passo é partir para ação. Aproveite e conheça as diversas funcionalidades que o SGD da Bludata tem e podem te ajudar nessa missão.

 

ebook qualidade no atendimento

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *